Voltar
Arquivo
Tópicos
Arquivo
Tópicos

A evolução tecnológica tem vindo a permitir a otimização do processo produtivo do vinho, mas ainda são necessárias várias melhorias no setor vinícola.

A relação entre a Barcelbal e a Dourocaves conta já com 15 anos. Temos vindo a desenvolver, em parceria, dois novos módulos para o Software AdegaGest que vão ao encontro das necessidades das adegas e eliminam várias dificuldades na produção do vinho.

Estivemos à conversa com o Eng. Paulo Alves para falar um pouco da parceria e do percurso que temos vindo a percorrer em conjunto.

 

A Dourocaves

A Dourocaves foi fundada a 25 de junho de 1992 pelo entusiasta Eng. Agostinho Pinto Cardoso.

Depois de viver em Lisboa vários anos, trabalhar na Shell, fazer parte do Ministério da Agricultura e de gerir empresas de consultoria em projetos em Lisboa e Angola, Eng. Agostinho Pinto Cardoso, voltou às suas raízes para dedicar tempo e knowhow à sua paixão pela vinha.

A Dourocaves surgiu da compra de uma empresa que entrou em falência, a Quinta do Loureiro. Desde então, Eng. Agostinho Pinto Cardoso, aumentou a cota de mercado da Dourocaves através de parcerias com as grandes empresas de Vinho do Porto, como a Taylor’s, com quem trabalham há mais de 10 anos, Symington, Gran Cruz e Sogrape.

Eng. Agostinho Pinto Cardoso estava também a desenvolver um projeto para enoturismo, mas que acabou por não ser levado a cabo devido ao seu falecimento.

 

Produção Vinícola na Dourocaves

“Desde há 15/20 anos que o setor se começou a virar mais para a produção de vinho de qualidade, com boas castas. Hoje, com o acumular de todo este o trabalho, existem vários vinhos do porto e vinhos doc (denominação de origem controlada) nos primeiros lugares de vários concursos. “

– Eng. Paulo Alves

 

A Dourocaves comercializa vinho corrente engarrafado e vinho generoso a granel. O principal vinho produzido pela Dourocaves é o vinho generoso que vende aos seus parceiros (Sogrape, Taylor’s, Gran Cruz e Symington) e que representa mais de 90% da sua produção.

Como está dentro da Região Demarcada do Douro, abriu paralelamente o segmento de vinhos tranquilos ou vinhos doc (denominação de origem controlada), que segundo o Eng. Paulo Alves traz grande publicidade e reconhecimento à marca Dourocaves.

 

“Vendemos o vinho generoso a granel, pois não temos estatutos para a venda deste vinho engarrafado. O que fazemos é vender o Vinho Generoso a granel às grandes empresas, como a Taylor’s, Symington, GranCuz e Sogrape, que depois comercializam o Vinho do Porto engarrafado.”

– Eng. Paulo Alves

 

Entrevista Dourocaves

 

Neste momento, a Dourocaves exporta os seus vinhos para a China, Alemanha, França, Brasil, Suíça e Luxemburgo.

 

“A qualidade dos nossos produtos, afinidade com os nossos clientes e profissionalismo que colocamos no nosso trabalho, fazem com que tenhamos uma relação próxima com os nossos clientes e com que estes continuem a adquirir os nossos produtos.”

– Eng. Paulo Alves

 

A paisagem do Alto Douro Vinhateiro está inscrita na lista de património mundial da humanidade da Unesco, desde 2001 e os vinhos portugueses ganham cada vez mais reconhecimento internacional, especialmente o Vinho do Porto. O Eng. Paulo Alves afirma que a produção de vinhos de altíssima qualidade acompanhada por este reconhecimento, está a ser uma forma de alavancar a Região Demarcada do Douro, que considera a maior zona industrial de Portugal.

 

“Qualquer cidade tem um parque industrial perfeitamente definido, e não falando apenas da Régua, a maior zona industrial de Portugal é a Região Demarcada do Douro. “

– Eng. Paulo Alves

 

Todo este reconhecimento permitiu que o Peso da Régua seja um dos concelhos com maior evolução demográfica da região. Neste momento, a Dourocaves labora com alguns funcionários, sendo que na altura das vindimas tem sempre mais 10/12 pessoas.

A Dourocaves tem vindo a aumentar a faturação anualmente e para aumentar o reconhecimento de marca, a Dourocaves investe na sua presença nas redes sociais, participação em feiras no estrangeiro, para captar importadores, eventos e workshops.

 

“Apesar de os nossos produtos não serem muitos, trabalhamos todos os dias com uma paixão e dedicação para garantir a qualidade dos nossos produtos e solidificar a Dourocaves. O nosso objetivo é aumentar as vendas e manter a altíssima qualidade dos nossos produtos”

– Eng. Paulo Alves

 

Sustentabilidade na Dourocaves

As alterações climáticas estão a ter grande impacto na produção de vinho na Região Demarcada do Douro, nomeadamente a falta de chuva que faz com que a videira acabe por secar mais rápido.

O Eng. Paulo Alves afirma que vai haver maior stress hídrico na região do Douro, como solução sugere a plantação em zonas mais altas, ou as instituições passam a permitir a aplicação de rega na vinha. Neste momento o Douro está também preparado para investir na adaptação da videira à ausência de chuva e evitar que morram mais cedo.

 

“Nunca pensamos que a produção vinícola pudesse ser tão tecnológica. A tecnologia hoje em dia está ao ponto de quando fazemos uma colheita sabermos se o vago está nas condições ideais para ser colhido. “

– Eng. Paulo Alves

 

Eng. Paulo Alves

Entrevista Eng. Paulo Alves Dourocaves

 

O Eng. Paulo Alves estudou no ISEP e começou a trabalhar noutras áreas. Entretanto foi convidado para trabalhar na Dourocaves, projeto que aceitou, pois considerava que a agricultura e a informática poderiam casar muito bem e que a agricultura era um setor a desbravar.

Na Dourocaves desempenha funções de engenharia informática e de serviços administrativos. O maior desafio que encontrou na Dourocaves foi retirar a intervenção humana das pesagens para evitar erros na colocação manual dos dados e aproveitamentos. Para resolver este problema contactou a Barcelbal e começamos a aperfeiçoar o Software AdegaGest de forma a ir ao encontro das necessidades da Dourocaves.

Hoje, a parceria entre a Barcelbal e a Dourocaves continua com o desenvolvimento dos novos módulos para o Software AdegaGest, o Módulo Produção de Vinho e o Módulo Gestão de Stocks.

Outro desafio encontrado pelo Eng. Paulo Alves foi a mudança de mentalidades. Mostrar que é possível otimizar recursos a baixo custo numa adega, sem ser necessário um grande investimento em softwares.

Quando instalou o sistema de pesagem na Dourocaves, os lavradores não confiavam nas pesagens do sistema de pesagem. Para combater esta desconfiança o Eng. Paulo Alves ia mostrando confiança aos lavradores, fruto de aferições homologadas de vários equipamentos, nomeadamente as pesagens para dar consistência e segurança aos seus parceiros / fornecedores de uvas.

 

“Costumava mostrar os selos de verificação dos equipamentos de pesagem que comprovavam que o equipamento estava com as inspeções em dia.

Por questões profissionais temos os nossos equipamentos de pesagem sempre aferidos para que as pessoas possam confiar nas pesagens e garantir a confiança dos lavradores. “

– Eng. Paulo Alves

 

Software AdegaGest

Para a Dourocaves, a utilização de equipamentos de pesagem robustos, precisos, fiáveis e homologados é essencial para garantir a confiança dos agricultores. O Software AdegaGest permite à Dourocaves controlar integralmente,e de forma vertical, o processo de pesagem da uva na chegada à adega.

 

“Os nossos equipamentos estão homologados e nunca tivemos problemas. O que permite dar segurança nas pesagens aos nossos fornecedores, sem que estes tenham qualquer desconfiança na pesagem que está a ser efetuada. Ao mesmo tempo este software foi homologado pelo IVDP (Instituto dos Vinhos do Douro e Porto), organismo que recolhe as pesagens das vindimas e que confere um grau de eficiência e qualidade deste sistema de pesagens. Está homologado e reconhecido pelos organismos oficiais. “

– Eng. Paulo Alves

 

A Dourocaves já chegou a receber 2000 toneladas de uva, mas no ano passado recebeu apenas 300 toneladas. Segundo o Eng. Paulo Alves, a Dourocaves tenciona aumentar o volume de uvas recebidas na adega, mas sempre a pensar na sua estratégia a longo prazo.

 

“A razão pela qual recebemos menos uvas no ano passado foi a alteração de preços na região do Douro. Não se justificava comprar um grande volume de uva para vinho que provavelmente não iríamos vender.”

– Eng. Paulo Alves

 

Com o desenvolvimento dos novos módulos do Software AdegaGest, Módulo Produção de Vinho e Módulo Gestão de Stocks há maior agregação e verticalidade no processamento da informação o que permite o controlo total do processo de vinificação, desde o momento em que a uva entra na adega até ao engarrafamento do vinho.

 

Software AdegaGest

 

“A maior vantagem do software é a agregação da informação assim como a simplificação de processos.”

– Eng. Paulo Alves

 

O Módulo Produção de Vinho maximiza e simplifica o desempenho do trabalho dentro da adega. Com este módulo é possível rastrear os lotes de vinho, configurar as cubas, descrever os tratamentos aplicados na cuba, criar ordens de envasilhamento/engarrafamento e consultar todo o histórico do lote de vinho.

O Módulo Gestão de Stocks permite a gestão integral do stock da adega e a emissão de documentos de movimentação de stock. Este módulo simplifica e maximiza o desempenho na gestão de todos os produtos necessários a uma adega. Com este módulo consegue dar entrada de produtos (vasilhas, garrafas, rolhas, …) e fazer a sua gestão, emitir relatórios de movimentos de stock, criar listagens e relatórios, gerir dados e emitir documentos.

 

“Rapidez. A parceria entre a Dourocaves e a Barcelbal proporciona uma resposta muito rápida para satisfazer as nossas necessidades.”

– Eng. Paulo Alves

 

A relação entre a Barcelbal e a Dourocaves conta já com 15 anos. Durante todos estes anos, trabalhamos em conjunto para modernizar o processo produtivo nas adegas e contribuir para o desenvolvimento do setor vinícola em Portugal.

 

“Empenho e dar sempre o máximo para que no fim seja possível colocar no mercado um produto marcante, que ajuda a sociedade, região e o país.”

– Eng. Paulo Alves

 

O sucesso da Dourocaves, é o nosso sucesso!

Encontre o Software ideal para a sua adega.

Vamos trabalhar juntos na modernização do processo produtivo do vinho!

Partilhar

Back to top